segunda-feira, 31 de março de 2014

Bacalhau com puré de feijão


Acerca desta foto, uma coisa: é péssima! Interiorizem este facto, ponham para trás das costas e arrisquem a fazer a receita porque, essa sim, é muito boa.

Há muito tempo que queria experimentar fazer puré de feijão branco porque é uma excelente alternativa à batata e não é que é mesmo bom?

Neste caso, para garantirem que fazem um jantar em 20 minutos, convém que deixem as lascas de bacalhau a demolhar logo de manhã antes de saírem de casa.

Ingredientes para 4 pessoas:

500 gr. de lascas de bacalhau demolhado
800 gr. de feijão branco cozido
1/2 courgette média sem pele e cortada em pedaços pequenos
1 alho francês (apenas a parte branca) cortado em rodelas finas
100 ml de caldo de legumes
4 dentes de alho picados
1 malagueta
Azeite
Sal q.b.
Pimenta q.b.


Preparação:

Começar por colocar a cozer as lascas de bacalhau previamente demolhadas.

Preparemos o puré entretanto: saltear o alho francês e a courgette numa frigideira, apenas com um fio de azeite, até que estejam amolecidos. 

Escorrer a água do feijão já cozido e colocar no robôt de cozinha com o alho francês e a courgette. Passar tudo até ficar com um puré. Juntar o caldo de legumes e passar novamente até ficar com um puré bem macio.

Agora preparar o bacalhau que já está cozido. Numa frigideira, colocar bastante azeite e os dentes de alho picados. Deixar saltear durante 1 minuto e acrescentar o bacalhau. Saltear até estar bem envolvido no azeite e no alho.

Servir o puré com o bacalhau.

Para garantirem uma receita mais saudável, devem tentar usar caldo de legumes ou de galinha caseiro (essa receita fica para outra altura), que podem fazer em grandes quantidades e congelar em sacos para fazer gelo para irem usando conforme a necessidade.

domingo, 30 de março de 2014

Panquecas com frutos vermelhos (sem glúten e sem lactose)


Bem que podia ser Domingo dois dias seguidos. A ausência de tempos para cumprir, o quentinho da ronha, o pequeno-almoço para almoço... Tão bom. Tal como estas panquecas de Domingo que têm um travo a limão e a combinação com frutos vermelhos e mel, é só uma de muitas hipóteses para as servir.

Ingredientes para 10 panquecas:

180 gr. de farinha de trigo sarraceno (podem usar outra qualquer sem glúten ou farinha normal, para quem pode)
2 colheres de chá de fermento
1 1/2 colher de sopa de açúcar
1 ovo
350 mL de leite 0% lactose
Sumo de 1/2 limão
1/2 colher de chá de sal
Azeite para untar a frigideira

Preparação:

Juntar o leite com o sumo de limão e deixar descansar durante 10 minutos. Adicionar o ovo e bater bem. 

Entretanto, noutra taça, misturar farinha, o fermento em pó e o açúcar. Juntar lentamente à mistura de leite e limão, sempre a mexer muito bem.

Pré-aquecer uma frigideira anti-aderente com lume médio-baixo e untá-la com azeite passando um guardanapo para ajudar a espalhar de forma uniforme. 
Despejar 1/2 concha sopa de massa e fritar de ambos os lados até dourar. 

Servir quente com morangos, amoras e mel, ou qualquer outro acompanhamento a gosto (tipo assim, pepitas de chocolate!)

Adaptado daqui

sexta-feira, 28 de março de 2014

Salada beringela, mozarela e tomate


Decidi que vamos ter nova etiqueta para classificar as receitas. Digam "olá" à etiqueta "supersónica"!
Quem não precisa de um bom grupo de receitas super rápidas, supersónicas, super lights, super boas na sua vida? Hum hum? 
Atentem nesta cronologia: 
Mais um dia de chegar a casa às 20h depois do trabalho. 
Sozinha para jantar. 
Abro o frigorífico e vi logo a beringela assada que sobrou daqui e simplesmente tinha que a usar. Foi só juntá-la a dois ingredientes que tenho sempre no frigorífico: mozarela fresca e tomates cherry. Voilá!

Sugiro que comam esta salada bem fresquinha.

Ingredientes:
5 fatias de beringela assada cortadas em pedaços
1 mozarela fresca cortada em pedaços
5 tomates cherry cortados em metades
1 colher de sopa de oregãos
Azeite, vinagre balsâmico e sal a gosto

Preparação:
Juntar todos os ingredientes numa taça e temperar a gosto.
Su-per-só-ni-co!

1 mês Sem Avental


O Sem Avental faz 1 mês!!! YEAH! 

Quero, desde já, agradecer a um grupo de 3 pessoas, que me motivaram a ter o Sem Avental e nunca me deixaram esquecer que tinha mesmo que pegar neste projecto:
O meu B. que sempre elogiou os meus cozinhados e é a minha cobaia em casa;
A J., que gosta do Sem Avental como se fosse dela;
O P. que me pedia sempre para lhe dar mais e mais ideias de comidas sem hidratos e super hiper saudáveis.

Claro que há muitos mais amigos (eles sabem, eles sabem) que sempre fizeram parte dos meus cozinhados e que sempre foram elogiando as comidas. Foi, também, o apoio moral deles que foi ajudando a crescer esta vontade.

Pessoalmente, confesso que o Sem Avental é um projecto que me está a dar muito prazer. Gosto muito de cozinhar e gosto muito desta parte de saber que as receitas mais saudáveis ajudam outras pessoas e as receitas menos saudáveis ajudam todos a serem um bocadinho mais felizes com a comida.

Às vezes precisamos de projectos que nos complementem para além do lado pessoal e profissional. 
O Sem Avental não nasceu para ser um super blog. Nasceu da vontade de mostrar que cozinhar boa comida não é uma dor de cabeça e que todos temos um grande cozinheiro dentro de nós à espera de aparecer de colher de pau em riste e pronto a atacar os tachos sem medos.

Venha mais um mês cheio de receitas só para vocês.

Obrigada por estarem desse lado, meus cubinhos de açucar!

quinta-feira, 27 de março de 2014

A minha Moussaka


Esta semana estamos em modo étnico. Já foram os clássicos portugueses (aqui e aqui), o clássico mexicano e agora um clássico grego.
Para quem pediu uma receita de tabuleiro meeeeesmoooo boa para jantares com amigos, apresento-vos a moussaka! 
Só não faz sucesso com quem não goste de beringela e, nesses casos, sugiro que experimentem com courgette. Eu já experimentei as duas formas e ambas são óptimas.

Ingredientes para 4 pessoas:
500 gr. de carne de vaca picada
1 lata pequena (400 gr.) de tomate pelado em pedaços
1 cebola pequena picada
4 colheres de sopa de salsa picada
1 beringela pequena
300 gr. de iogurte grego natural
2 ovos pequenos
200 gr. de queijo parmesão em pó
Azeite q.b.
Sal q.b.

Preparação:
Num frigideira, refogar a cebola em azeite até que esteja transparente. 
Adicionar a carne picada e refogar até que esteja totalmente cozinhada.
Adicionar o tomate em pedaços e envolver bem na carne. Deixar cozinhar em lume brando durante 10 minutos e adicionar a salsa. Deixar apurar, em lume brando, durante 20 minutos.

Entretanto, pré aquecer o forno nos 250ºC e preparar a beringela começando por cortar em fatias finas. 
Colocar as fatias de beringela no tabuleiro do forno, em modo gratinar. Retirar quando estiverem a ficar douradas.

Numa taça, bater os ovos e adicionar os iogurtes. Misturar tudo muito bem. Reservar.

Passar a carne para um tabuleiro de ir ao forno. Colocar as fatias de beringela numa camada por cima carne e verter a mistura de ovos e iogurte por cima. Polvilhar com o parmesão e levar ao forno a 200ºC durante 20 minutos.

Se, ao servir, não quiserem que a moussaka fique com um ar mais aguado, devem esperar cerca de 20 minutos antes de servir as doses. Só assim é que a moussaka ficará mais consistente.

Nota: a receita original de moussaka, indica que a beringela deve ser frita num fio de azeite. Eu faço desta forma para facilitar e porque acho que fica menos gordurosa.

Podem acompanhar apenas com salada.

quarta-feira, 26 de março de 2014

Choquinhos com coentros


Filha de algarvia, meio algarvia é! Pois que meia algarvia sou e estes choquinhos, mais conhecidos por "chocos à algarvia", são um clássico delicioso e que me fazem voltar a Santa Luzia.

Receita supersónica e que pode ter vários acompanhamentos, consoante o grau de gulodice que apetece. Ficam bem com vegetais salteados, com salada, com batatas fritas, com arroz branco. O acompanhamento típico é o de batatas cozidas.

Ingredientes para 2 pessoas:
1 kg de chocos pequenos limpos (eu comprei congelados) 
4 colheres de sopa de coentros picados
100 mL de vinho branco
4 dentes de alho picados
1 folha de louro
1/2 colher de sopa de margarina
4 colheres de sopa de azeite
Sal q.b.

Preparação:
Numa frigideira, saltear, no azeite, os alhos picados com metade dos coentros picados, a folha de louro e a margarina, durante 2 minutos.
Adicionar os chocos (já descongelados) e envolver no refogado, com o lume alto. Mexer durante 10 minutos.
Adicionar o vinho branco, envolver os chocos e deixar refogar durante 15 minutos, com tampa.

Servir com qualquer um dos acompanhamentos acima.

terça-feira, 25 de março de 2014

Fajitas de frango




Mexico Fiestaaaaaa!! Uiii o que eu andava com desejo desta comida e tão bem que me soube.

Foi uma estreia para mim e, vamos abrir o jogo, demora uma horinha a preparar as vários partes, mas vale a pena. O que podem fazer é preparar o arroz e o feijão preto no dia antes e assim é muito mais rápido.

Quais é que os vários "acessórios" desta receita? Temos o feijão preto, o arroz branco, o molho de salsa mexicano (comprei já feito), o guacamole, as tortilhas de milho (comprei feitas) e as fajitas de frango.

Esta receita é uma boa alternativa para um jantar de amigos, por podem por tudo na mesa e cada um faz o seu.

Vamos lá por partes (as quantidades são para 4 pessoas):

Ingredientes para o feijão preto:
1 lata de feijão preto cozido das grandes (800 gr.)
2 dentes de alho esmagados
1 colher de chá de cominhos em pó
1 pitada de sal

Ingredientes para o arroz:
1 chávena de arroz agulha
3 chávenas de água
1 pitada de sal

Ingredientes para o guacamole:
(Têm a receita mais completa aqui. Esta versão é a super rápida)
1 abacate médio bem maduro
1/2 limão
1 colher de sopa de coentros picados
1/2 tomate bem maduro
1 colher de chá de sal

Ingredientes para as fajitas:
2 peitos de frango cortados em tiras
1 limão
1/2 pimento grande vermelho cortado em tiras
1/2 pimento grande verde cortado em tiras
1/2 pimento grande amarelo cortado em tiras
1 cebola pequena cortada em meias luas
1 colher de sopa de cominhos
1 colher de sopa de oregãos
1 colher de sopa de colorau
1 colher de sopa de molho de soja
2 malaguetas

Preparação:

Feijão preto: Colocar 2 chávenas de água a aquecer num tacho e adicionar os dentes de alho, os cominhos, o sal e o feijão devidamente escorrido e lavado. Deixar levantar fervura e desligar o lume, deixando o feijão dentro da água mais 10 minutos. Escorrer e reservar.

Arroz: Colocar 3 chávenas de água a aquecer num tacho. Quando levantar fervura, adicionar o arroz e uma pitada de sal. Mexer e deixar cozer durante 10 minutos. Escorrer a água e reservar.

Guacamole rápido: Arranjar o abacate e desfazer com a ajuda de um garfo. Adicionar o sumo do limão, os coentros e o sal. Mexer bem e adicionar o tomate maduro picado. Envolver e reservar.

Fajitas de frango: Começar por preparar a marinada para o frango. Numa taça colocar as tiras de frango, adicionar o sumo do limão, os cominhos, os oregãos, o colorau e as malaguetas cortadas em pedaços. Envolver tudo muito bem e deixar a marinar durante 30 minutos, pelo menos.
Numa frigideira anti-aderente, deitar um fio de azeite e, quando estiver quente, colocar o frango com o molho da marinada. Deixar o frango dourar sempre a mexer bem (caso a carne esteja com muito molho,  é melhor escorrerem o molho da frigideira).
Quando o frango estiver feito, adicionar o molho de soja e mexer bem mais 1 minuto.
Adicionar os pimentos e a cebola e mexer sempre muito bem, até que os legumes estejam feitos (maios ou menos 4 minutos).

Aquecer as tortilhas no microondas antes de levar para a mesa e divertirem-se a fazer as vossas misturas de fajitas!

Para ser mesmooooo bom, é acompanhar com uns mojitos!

segunda-feira, 24 de março de 2014

Ervilhas com ovos


Esqueçam o gluten free, temos receita com enchidos! Viva ao dia da loucura? Vivaaaaaa.

Ora cá está um clássico da cozinha Portuguesa. Adoro ervilhas com ovos e é daquelas comidas que me faz logo lembrar a comidinha da mãe.


A vantagem desta receita é o facto de não precisar de muita assistência. Basicamente, preparamos os ingredientes e depois é ir pondo para dentro do tacho.

Podemos fazer uma quantidade maior para congelar e, quando precisarmos, é só retirar, aquecer num tacho, colocar o ovo e temos refeição em 15 minutos.

Nesta versão coloquei um pouco de batata doce para aconchegar um bocadinho mais o estômago.


Ingredientes:

1 kg de ervilhas congeladas
1 batata doce grande cortada em pedaços pequenos
1 chouriço cortado em rodelas
3 tomates maduros
6 ovos
1 folha de louro
1 colher de sopa de coentros
1 cebola picada
1 dente de alho picado
Azeite q.b.
Malagueta (opcional)

Preparação:

Num tacho, colocar a cebola picada, o alho picado, o azeite e o louro e refogar durante 2 minutos.
Adicionar as rodelas de chouriço e envolver bem no refogado durante 1 minuto.
Adicionar os tomates maduros cortados em pedaços e deixar amolecer enquanto se envolve tudo.
Acrescentar 1 litro de água quente e deixar levantar fervura.
Logo que a água levante fervura, acrescentar a batata doce e as ervilhas. Deixar cozinhar em lume médio durante 30 minutos. Ao fim deste tempo, colocar os ovos inteiros com muito cuidado para não os rebentar (podem criar um espaço com a ajuda da colher de pau).
Deixar cozinhar mais 10 minutos e servir.

domingo, 23 de março de 2014

Crepes de fiambre e queijo


Ah Domingo... Esse dia divino em que podemos "pequeno-almoçar" às 14h sem pensar em pendentes nem coisas para fazer.

Estes crepes foram pedido especial e souberam lindamente, com a ajuda do sol a aquecer-nos a cara.

Ingredientes para 5 crepes:

Massa de crepes sem glúten:
2 ovos
10 colheres de sopa de farinha de arroz integral (podem usar farinha normal para a versão "normal")
200 mL de leite (usei sem lactose)
2 colheres de sopa de manteiga sem sal derretida
1/2 colher de chá de açúcar
1/2 colher de chá de sal

Ingredientes de recheio:
20 fatias de fiambre (usei fiambre de perú da Primor Sem Glúten)
20 fatias de queijo
Queijo mozarela ralado
Oregãos q.b.

Preparação:

Misturar todos os ingredientes da massa de crepes numa tigela e bater até obter uma massa líquida e homogénea.
Untar uma frigideira de crepes com um pouco de azeite, utilizando um guardanapo para ajudar a espalhar. Deitar metade de uma concha de sopa de massa de crepe no centro da frigideira e girar rapidamente para preencher o fundo com uma camada fina. 
Deixas solidificar até o rebordo começar a ficar dourado e virar com a ajuda de uma espátula (eu uso as mãos). Deixar cozinhar mais 1 minuto e retirar para um prato. 
Repetir o processo até esgotar a massa.

Rechear cada crepe com 4 fatias de queijo e 4 fatias de fiambre, espalhadas uniformemente no crepe. Enrolar os crepes e colocar num tabuleiro de ir ao forno. Salpicar com mozarela ralada e oregãos a gosto.

Levar a gratinar ao forno até que o queijo esteja dourado e servir ainda quente.

sábado, 22 de março de 2014

10.000 Visitas


O Sem Avental ainda nem um mês tem e já chegou às 10.000 visitas!

Objectivo 2014: chegar a 1.000.000. Calmaaaaaa... Não viram a imagem? O objectivo é comer chocolate! E cozinhar com vontade para quem mais gostamos.

Eu não disse 2014 ia ser um grande ano?

Obrigada por estarem desse lado, seus Masterchefs mai' lindos!

quinta-feira, 20 de março de 2014

Muffins picantes de atum


O meu forno avariou... Estes muffins foram feitos com os últimos suspiros de vida que ele tinha. 
Quem está sem ar sou eu que quase todos os dias uso o forno para cozinhar... 

Deixo-vos com estes muffins, que pelo menos saíram bons, ao contrário do forno. snif....

Ingredientes para 8 muffins:

1 batata doce grande cozida e feita em puré
1/2 alho francês cortado em rodelas muito finas
2 colheres de sopa de coentros picados
1/2 pimento vermelho picado
1/2 chili picado
2 latas de atum
2 ovos
Azeite q.b
Sal q.b. (eu não usei)

Preparação:

Pré aquecer o forno a 200ºC.

Numa frigideira anti-aderente, saltear o alho francês, o pimento e o chili durante 2 minutos. Adicionar o atum e saltear mais 2 minutos.

Numa taça, colocar o preparado anterior e juntar o puré de batata doce. Envolver tudo com as mãos.
Adicionar os coentros picados e envolver.
Adicionar os ovos e envolver.

Encher formas de muffins (eu usei de silicone) com 2 colheres de sopa da massa e levar ao forno. 

Não vos consigo dizer durante quanto tempo, porque cá em casa demorou 40 minutos, mas vão verificando e retirem quando os muffins estiverem dourados.

Acompanhei com salada e um lábio a tremer de stress por causa do forno...

quarta-feira, 19 de março de 2014

"Massa" com abacate e pesto


Este foi o meu almoço de hoje: esparguete de courgette com abacate, pesto, tomate cherry e mozarela fresca.
Hoje a foto é do almoço em vez do jantar porque deixei o post pré agendado, uma vez que é noite de ir ao teatro. 
Um segredo: a velocidade a que fiz este almoço poderia entrar nos recordes do Guiness (eu sinto que um dia vou ganhar um prémio para as minhas capacidades supersónicas).

Ingredientes:

Para o pesto:
1 mão cheia de folhas frescas de manjericão 
2 colheres de sopa de pinhões
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de parmesão ralado
Azeite q.b.
Sal q.b.

Para a "massa":
1/2 courgette
1/2 abacate maduro
4 tomates cherry
1 mozarela fresca
Rúcula q.b.
Azeite q.b.
Sal q.b.

Preparação:

Numa frigideira, fazer o esparguete de courgette de acordo com esta receita e deixar arrefecer.

Pesto: Num robôt de cozinha ou numa picadora, colocar todos os ingredientes listados acima para o pesto e deitar 4 colheres de sopa de azeite. Picar a mistura e, caso gostem do pesto mais líquido, adicionar mais azeite, garantindo que vão sempre triturando a mistura.

Cortar os tomates cherry em metades, laminar o abacate, cortar a mozarela fresca em pedaços e juntar tudo ao esparguete de courgette. Envolver bem, adicionar o pesto a gosto e envolver novamente. 

Servir com rúcula.

Claro que esta receita pode ser feita com esparguete normal em substituição da courgette. Quem me dera.... Massa... hummm....

terça-feira, 18 de março de 2014

Robalo no forno com legumes


Em primeiro lugar: perdoem a foto de péssima qualidade. Vai haver um dia em que eu cozinho de noite para tirar fotos de dia, mas esse dia não vai acontecer enquanto trabalhar. Euromilhões, onde andais?

Posto isto e estando todos devidamente avisados para as fotos de "excelente" qualidade que irão encontrar no Sem Avental, passemos à comidinha: Robalo no forno com courgette e beringela assadas. Mais uma comida de verão. É daquelas mesmo boas para por no forno e ir arrumar roupa passear à beira-rio.

Ingredientes para 2 pessoas:
2 robalos médios
1 courgette pequena
1 beringela pequena
1 mão cheia de tomates cherry
Alecrim q.b.
1 limão
Azeite q.b.
Sal q.b.

Preparação:

Pré aquecer o forno a 250ºC.

Cortar a beringela e a courgette em fatias finas, no robôt de cozinha ou na mandolina.

Forrar um tabuleiro com papel vegetal, colocar sal grosso, pimenta preta e um fio de azeite. Colocar os legumes no tabuleiro e mexer bem para garantir que ficam embebidos no azeite.

Num tabuleiro à parte, colocar os robalos e regá-los com o sumo de um limão. Colocar uma metade do limão na barriga do robalo. Temperar com sal, alecrim a gosto e um fio de azeite por cima do peixe (para não secar). 

Levar tudo ao forno até assar. Garantir que os legumes ficam na parte de cima do forno e mais próximos do calor, mas atenção para não deixar queimar.

Quando os legumes estiverem assados, retirar do forno, adicionar os tomates cherry e temperar com um pouco de vinagre balsâmico (ou outro a gosto).

segunda-feira, 17 de março de 2014

Pão de chourição e azeitonas


Eu sou da opinião que quem vai à Mini Maratona (sim, só andar!) merece um aconchego que compense o esforço. E que melhor do que um género de bôla de carne melhorada com azeitonas, parmesão e oregãos?
As minhas pernas agradeceram o miminho e ainda ficámos com um pão que dá para pequeno-almoço, almoço (é só acompanhar com salada) ou lanche.

Ingredientes:

150 ml de vinho branco
100 ml de azeite
4 ovos
1/2 colher de chá de sal (eu não usei)
250 gr. de farinha sem glúten (podem usar farinha normal)
1 colher de chá de fermento em pó
150 gr. de parmesão ralado
200 gr. de chourição cortado em pedaços pequenos
100 gr. de azeitonas verdes sem caroço cortadas em rodelas
2 colheres de chá de oregãos

Preparação:

Pré aquecer o forno a 170ºC e forrar uma forma de pão inglês com papel vegetal.

Numa taça misturar o vinho branco, o azeite, os ovos e o sal. Bater os ingredientes com a batedeira.

Numa taça à parte, juntar a farinha com o fermento e misturar bem. Adicionar os ingredientes secos ao preparado anterior, sempre a bater com a batedeira durante 5 minutos (para a massa ficar fofa).

Juntar à massa o chourição cortado em pedaços pequenos, as azeitonas cortadas às rodelas, o parmesão e os oregão. Envolver tudo muito bem na massa.

Deitar a massa do pão na forma e levar ao forno durante 50 minutos.

Resistir à tentação de comer quente... eu não consegui...

domingo, 16 de março de 2014

Salada de frango com romã


Mais um almoço super rápido e feito com o que havia por casa. Este Sol chama pela fruta nas comidas e acabei por colocar um pouco de romã. 

Digam lá que fotos diurnas não têm logo outro ar mais apetitoso? Depois de tirar esta foto ainda acabei por adicionar 1 cogumelo fresco laminado só porque me apetecia.

Ingredientes:

1 mão cheia de salada com mistura de rúcula
2 tiras de peito de frango já cozinhado (as minhas sobraram daqui)
1 mozarela fresca
10 tomates cherry
2 colheres de sopa de romã
1 cogumelo fresco laminado (opcional)
Azeite q.b.
Vinagre balsâmico q.b. (ou outro a gosto)
Sal q.b.

Preparação:

Lavar bem a salada, os tomates cherry e o cogumelo fresco. Cortar os tomates cherry ao meio e laminar o cogumelo fresco.
Cortar a mozarela fresca em pedaços assim com as tiras de peito de frango. 
Adicionar todos os ingredientes à salada já lavada.
Temperar a gosto com azeite e vinagre.

sexta-feira, 14 de março de 2014

Muesli caseiro


Andava há tanto tempo para experimentar fazer muesli caseiro. É facílimo e sai mais barato do que o muesli comprado na loja, com a vantagem extra de podermos escolher o que pomos lá (calma com as pepitas de chocolate!). 
Tentem só não fazer o mesmo que eu e queimarem-se três vezes no processo de mexer o muesli no forno... Não sou a pessoa mais coordenada motora que existe...

Esta receita que coloco aqui é feita com o que tinha em casa e na versão light. Para versão menos light, podem substituir o óleo de cocô por mel e adicionar passas à mistura.

Ingredientes para um frasco de 500 gr.:

300 gr. de flocos de aveia sem glúten
4 colheres de sopa de sementes de sésamo
4 colheres de sopa de sementes de girassol
2 colheres de sopa de cocô ralado
4 colheres de sopa de amêndoa laminada
3 colheres de sopa de óleo de cocô

Preparação:

Forrar um tabuleiro de forno com papel vegetal e pré-aquecer o forno a 210ºC.

Colocar todos os ingredientes no tabuleiro e levar ao forno até que esteja dourado. Mexer com uma colher de pau várias vezes para garantir que o óleo de cocô é envolvido.

quinta-feira, 13 de março de 2014

Peixe no forno com tomate cherry


Chega o Sol e já só apetece comidas cheias de cor. A foto deste prato não lhe faz justiça (a fotógrafa não é a melhor) e o facto de tirar sempre as fotos à noite (altura em que cozinho), dá nestas luzes menos simpáticas. Acreditem que a combinação de sabores e cores é maravilhosa.

Ingredientes:

4 lombos de pescada
500 gr. de mistura de tomate cherry vermelho e amarelo
4 colheres de sopa de azeitonas
4 dentes de alho esmagados
Sal q.b.
Pimenta preta q.b.
Azeite
Alecrim (ou oregãos)

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 210ºC.

Num pirex colocar os tomates cherry, os dentes de alho esmagados e 2 colheres de sopa de azeite. Levar ao forno durante 25 minutos e mexer de vez em quando.

Retirar o pirex e colocar os lombos de peixe e as azeitonas, misturando com os sucos dos tomates. Temperar com sal e pimenta a gosto e salpicar com alecrim.
Caso o tomate não tenha deitado sucos suficientes, podem adicionar 100 ml de caldo de legumes.

Levar ao forno até que o peixe esteja cozinhado (depende da altura do peixe).

Acompanhar com brócolos salteados.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Pataniscas de couve-flor



Chegou-me aos ouvidos que desse lado andam a gostar das receitas com a nossa amiga, Couve-Flor (até já tem direito a maiúsculas e tudo). Sendo assim, e porque aqui no Sem Avental, só gostamos da clientela satisfeita e de barriguinha cheia, sai nova receita com couve-flor para a mesa 3!

Esta é "daquelas" mesmo amigas: sem glúten, paleo e low carb.


Ingredientes:


1/2 couve-flor grande

2 cenouras ralada 
2 ovos inteiros 
4 colheres de sopa de farinha de linhaça (linhaça em pó)
4 colheres de sopa de sementes de sésamo (opcional)
4 colheres de sopa de salsa fresca, picada finamente 
Sumo de limão de 1/2 limão
1 colher de chá de sal 
1 colher de sopa de sementes de chia (opcional)
1 colher de chá de pimenta preta 
1 colher de chá de tomilho  
1/2 colher de chá de canela em pó (opcional)
1 colher de chá de pimentão doce

Preparação:


Cortar a couve-flor em floretes pequenos e colocar no robôt de cozinha. Triturar até que tenha a consistência de arroz de couve-flor.


Numa taça, adicionar o resto dos ingredientes e misturar até ficar bem combinado.

Numa frigideira de panquecas (daquelas mesmo mesmo anti-aderentes), passar um guardanapo embebido em azeite e deixar a frigideira ficar quente antes de colocar a massa.
Colocar uma colher de sopa de massa para cada patanisca e deixar "fritar" 2 minutos de cada lado, até dourar. Podem aproveitar para cozinhar três ou quatro pataniscas de cada vez.

Convém usar uma espátula para virar as pataniscas e, na primeira vez que viram, é preciso ter algum cuidado para não se partirem.

Repetir este procedimento até esgotar a massa.

No meu caso, sobrou massa e aproveitei para congelar. Assim quando me apetecer, é só descongelar esta massa e fazer as pataniscas!

terça-feira, 11 de março de 2014

Frango embrulhado em presunto


Quem não gosta de frango que ponha a mão no ar! Ora, são poucos, pois é? Eu gosto muito e prefiro sempre as carnes brancas às vermelhas.

Eu juro que quando pensei neste jantar tinha-o imaginado completamente saudável, mas depois tinha um bocadinho de mozarela a estragar-se e pronto... não aguentei. A carne é fraca e não estamos a falar do frango!
Para uma opção mais saudável e totalmente paleo, retirem a mozarela da receita.

Ingredientes para 4 refeições:

4 peitos de frango
4 fatias de presunto
100 gr. de mozarela ralada
8 folhas grandes de majericão
1 limão
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Azeite

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 200ºC.

Comecem por cortar os peitos de frango ao meio mas sem os dividirem totalmente (como se fizessem um bife grande).

Como peitos de frango no forno têm tendência a ficar secos, eu costumo deixá-los a marinar uns 30 minutos em sumo de limão, devidamente temperados com sal e pimenta (atenção à quantidade de sal porque o presunto já é salgado).

Retirem da marinada e, para cada peito de frango aberto, coloquem 2 folhas de manjericão e mozarela a gosto. Fechem o peito de frango e enrolem uma fatia de presunto à volta. Não precisa palitos nem corda. Basta que enrolem o presunto e coloquem logo no tabuleiro de ir ao forno.

Eu não coloquei azeite no fundo do tabuleiro. Em vez disso, coloquei um fio de azeite por cima dos peitos de frangos quando já estavam todos no tabuleiro.

Deixem no forno até que a carne esteja dourada (mais ou menos 20 minutos) e se vos acontecer que a carne comece a deitar muita água, vão escorrendo o tabuleiro para que a carne não coza em vez de assar.

Acompanhar com legumes ou salada.

segunda-feira, 10 de março de 2014

Cookies Paleo


Qual Ferrero Rocher, qual Ambrósio? Estes cookies são totalmente paleo e assim que os provamos lembram logo os famosos chocolates de Natal.

Suspeito que esta receita deve funcionar também com amêndoas, em substituição das avelãs, mas essa experiência fica para outra vez.

Nem sonham o cheirinho que fica na cozinha ao cozinhar estes cookies.... hummm...

Ingredientes para 40 cookies:

275 gr. de avelãs
4 colheres de sopa de linhaça em pó
1/2 colher de chá de sal
1 ovo
4 colheres de sopa de mel
1 colher de chá de aroma de baunilha
1 colher de chá de óleo de cocô derretida
200 gr. de chocolate preto (70% cacau)

Preparação:

Pré aquecer o forno a 175°C. 

Espalhar as avelãs num tabuleiro e assar no forno durante 10 minutos. Retirar do forno e deixar arrefecer alguns minutos.

Caso estejam a usar avelãs com casca, coloquem-nas num pano de cozinha limpo, fechem o pano com as avelãs dentro e dêem uma massagem energética para tirar parte da pele das avelãs. 

Colocar as avelãs num robôt de cozinha e pulsar até moer numa consistência de farinha grossa (não pulverizado).

Numa tigela, misturar a farinha de avelã, a linhaça em pó e o sal.

Adicionar o ovo, o mel, o óleo de cocô, o aroma de baunilha e misturar até obter uma massa pegajosa.

Colocar no frigorífico durante, pelo menos, 15 minutos.

Entretanto, aproveitar para preparar um tabuleiro com papel vegetal.

Retirar a massa do frigorífico e, com uma colher de sopa e os dedos molhados, retirar meia colher de massa e colocar no papel vegetal com a ajuda das mãos. Pressionar a massa para baixo, com as mãos, e moldar um círculo de 1/2 cm de espessura.

Repita o procedimento para formar todos os cookies.

Assar a 180°C durante 10 minutos (cuidado para não queimar os cookies) e deixar arrefecer completamente quando retirar do forno.

Quando os cookies estiverem completamente frios, derreter o chocolate amargo em banho-maria e mergulhar cada cookie no chocolate derretido para cobrir metade.
Deixar o excesso de chocolate escorrer, colocar sobre o papel vegetal e deixe arrefecer completamente até que o chocolate esteja seco.

Receita baseada no The Iron You

domingo, 9 de março de 2014

Pizza com base de couve-flôr


Pronto! E ela a dar-lhe com a couve-flor! Não sei que vos diga... Quem diria que a dita tem tanta potencialidade.

Andava ansiosa para experimentar esta receita e não me desiludiu em nadinha. Mais uma receita para ajudar quem pensava que as pizzas tinham desaparecido para sempre dos menus.

Para tornar esta receita paleo "pura", basta retirarem a mozarela dos ingredientes.

Ingredientes para 1 pizza média:

Base:
1/2 couve-flor grande
1 ovo
50 gr. de mozarela ralada
1/2 colher de chá de sal fino
1/2 colher de chá de pimenta preta
1 colher de chá de oregãos

Topping:
4 fatias de queijo mozarela
4 fatias de fiambre de perú
2 cogumelos frescos laminados finamente
4 colheres de polpa de tomate
2 colheres de chá de oregãos
4 folhas de manjericão fresco

Preparação:

Começar por pré aquecer o forno nos 200ºC.

Preparar uma forma de pizza, ou um tabuleiro, com uma folha de papel vegetal pincelada com azeite.

Arranjar a couve-flor retirando as folhas verdes da couve e cortando todas as cabeças da couve-flor, garantindo que cada uma não fica com um talo demasiado grande.
Lavar bem a couve e colocar no robôt de cozinha. Triturar a couve-flor até ficar bem picada mas não completamente pulverizada.

Transferir a couve-flor para um prato e colocar no microondas durante 8 minutos, até ficar cozida.

Colocar a couve-flor num pano de cozinha e torcê-lo para espremer o máximo de líquido possível (Sim! Sai água!). Esta parte é extremamente importante, caso contrário, a massa fica demasiado mole.

Transferir a couve-flor para uma tigela, adicionar o ovo, a mozarela, os oregãos, o sal e a pimenta e misturar bem.

Usando as mãos, colocar a mistura na base de pizza, já preparada com papel vegetal, e pressionar para moldar a base da pizza.

Assar durante 15 minutos, até dourar. 

Retirar do forno e deixar esfriar durante 5 minutos. 

Agora o topping: colocar 4 colheres de sopa de polpa de tomate e os oregãos e espalhar bem com a parte detrás de uma colher de sopa.

Colocar as fatias de queijo mozarela, as fatias de fiambre e os cogumelos frescos. Levar a assar no forno mais 10 minutos. Retirar e colocar o manjericão.

Claro que podem dar largas à imaginação no topping a usar. Esta é só uma sugestão mais saudável.

Receita baseada no The Iron You

sábado, 8 de março de 2014

Mini quiches de quinoa



Cá em casa nada de perde, tudo se transforma. Com esta premissa, nasceram estas mini quiches de quinoa.

Pois que havia um resto de espinafres com requeijão, pois que havia um resto de quinoa simples já cozinhada, pois que havia um resto de natas de soja e pois que havia fome para se lanchar. 

A vida de quem não pode comer pão requer um pouco de imaginação e portanto, juntando um resto aqui, mais um resto dali, temos novidades.

Ingredientes para 16 mini quiches:

2 chávenas de quinoa pré cozinhada
2 chávenas de espinafres com requeijão pré cozinhados
5 ovos
1/2 embalagem de natas de soja
16 fatias de fiambre de perú
Pimenta q.b.

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 200ºC.

Em cada uma das formas de queques, colocar uma fatia de fiambre de perú.

Bater os ovos com as natas de soja e temperar com pimenta preta a gosto. Juntar a quinoa e os espinafres com requeijão e envolver tudo muito bem.

Deitar o preparado acima nas formas de queques e levar ao forno durante 15 minutos.

Também serve lindamente de pequeno-almoço.

sexta-feira, 7 de março de 2014

"Esparguete" de Courgette



Esparguete de Courgette. Até rima! Este acompanhamento é tão simples e tão bom, minha gente. 

Foi o acompanhamento dos mini hambúrgueres de salmão de ontem, mas sinceramente isto até se come à garfada sem mais nada. Ou juntando uns tomates secos... hum....

Ingredientes para 2 pessoas:

1 courgette grande
3 dentes de alho picados
Azeite

Preparação:

Cortar a courgette em juliana, com a ajuda do processador de cozinhar ou, se tiverem paciência, cortando tiras finas com a faca.

Saltear o alho picado num fio de azeite e quando estiver bem quente, juntar a courgette.

Saltear durante 1 minuto, sempre a mexer a courgette.

E está feito! Acompanhamento saudável num instante. 

quinta-feira, 6 de março de 2014

Mini Hambúrgueres de Salmão e Grão de Bico


Mais uma receita que podem fazer e congelar para irem utilizando em refeições, conforme precisem. 
Esta receita é nutritiva e atraente para as crianças que acham que peixe não "pesta". 
Querem mais vantagens? Sim, Sim? Então fiquem a saber que para tornarem esta receita low cost, basta trocarem o salmão por atum! Low cost, nutritiva, amiga das crianças e congelável. Ding, ding, ding!

Ingredientes para 20 mini hambúrgueres:

1 lata grande de grão de bico já cozido (800gr.)
2 lombos de salmão (versão low cost: 3 latas de atum)
1 colher de chá de cominhos
1 cebola 
1 cenoura
Sumo de 1/2 limão
1 mão cheia de coentros (ou salsa)
2 colheres de sopa de linhaça em pó (podem trocar por farinha ou pão ralado, mas deixa de ser gluten free)
Sal q.b.
Pimenta q.b.

Preparação:
Cozer os lombos de salmão com um pouco de sal.

Num processador de cozinha, colocar o grão, a cebola, a cenoura, o sumo do limão, os coentros, o sal e a pimenta. Passar tudo até ficar com uma pasta homogénea. Caso não tenham processador de cozinha, usem um garfo. Faz o mesmo efeito.

Numa taça à parte, desfiar os lombos de salmão em pedaços pequenos, misturar com os coentros e juntar à mistura de grão, envolvendo bem todos os ingredientes com as mãos (sem medos! Mão na massa).

Envolver, agora, a linhaça em pó na mistura e, usando as mãos, formar bolinhas e achatando cada uma, pressionando ligeiramente.

Se quiserem congelar, basta colocar numa caixa e separar os mini hambúrgueres com papel de alumínio ou papel vegetal. Sempre que precisem, tiram a quantidade necessária.

Levar ao forno até que os mini hambúrgueres estejam dourados.

Neste caso, acompanhei com "massa" de courgette (receita amanhã!), mas podem acompanhar com salada ou brócolos salteados.