terça-feira, 29 de abril de 2014

Frango de fricassé


A propósito da chegada do Dia da Mãe, atentem nesta receita de sabores que nos lembram logo a comida da mãe. Uma delícia com sabor a limão para a frescura do Verão.

Ingredientes:
2 peitos de frango cortados em pedaços 
1 cebola picada
100 mL de água
100 mL de vinho branco
1 colher de sopa de farinha (usei farinha de arroz integral sem glúten)
2 gemas
Sumo de 1/2 limão
3 colheres de sopa de salsa fresca picada
Azeite q.b.
Sal q.b.
Pimenta q.b.

Preparação:
Num tacho, refogar a cebola picada num pouco de azeite. Quando estiver translúcida, acrescentar os pedaços de frango e deixar alourar bem de todos os lados.
Quando o frango estiver alourado, tapar o tacho e colocar o lume no mínimo. Deixar cozinhar durante 10 minutos. 
Ao fim deste tempo, adicionar o vinho branco e a água e tapar o tacho novamente. Deixar o frango cozinhar durante 20 minutos para garantir que fica bem macio.
Retirar quatro colheres de sopa de molho da carne para uma taça à parte. Adicionar a farinha e mexer muito bem para que não fiquem grumos de farinha por desfazer. Adicionar à carne no tacho, envolver bem e desligar o lume.
Numa taça à parte, adicionar as duas gemas ao sumo do limão e desfazer bem com um garfo para garantir que não coalham. Adicionar esta mistura à carne, mexendo sempre bem com um garfo para que as gemas não coalhem em contacto com o calor da carne.
Adicionar a salsa e servir com arroz branco basmati.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Sopa de peixe e camarão


Vá-se lá saber porquê, associo sempre a sopa de peixe ao Verão. Bem sei que é sopa e é quente, mas adoro comer uma boa sopa de peixe quando já há sol para nos encher os dias de boa disposição.

Deixo-vos com esta sopa de peixe e camarão, um pouco mais rápida de fazer do que a "normal" sopa de peixe, e que nos soube mesmo bem depois de um fim de semana com muita carne.

Ingredientes:
4 lombos de pescada congelado
400 gr. de camarão sem casca congelado
3 cenouras grandes raladas
5 tomates grandes e maduros cortados em pedaços
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
1 malagueta
1/2 pimento vermelho cortado em pedaços
1 folha de louro
1/2 chávena de arroz basmati (se não tiverem restrições, podem usar massa)
1 molho de coentros pequeno picado
Azeite q.b.
Sal q.b.

Preparação:

Cozer o peixe em água abundante com um pouco de sal. Reservar o peixe e a água da cozedura e aproveitar o mesmo tacho para cozer o camarão com água e sal. Reservar a água e o camarão cozido.

Numa panela, colocar azeite, a cebola picada, o alho e deixar refogar durante 2 minutos em lume médio. Adicionar o pimento vermelho e a cenoura ralada e envolver todos os ingredientes. Deixar cozinhar durante 3 minutos.
Adicionar o tomate em pedaços, um pouco da água da cozedura do camarão, tapar a panela e deixar cozinhar em lume médio durante 10 minutos.
Passar com a varinha mágica e adicionar água da cozedura do peixe e água da cozedura do camarão (usar um passador de rede). Convém ter atenção na quantidade de água que se coloca porque não queremos a sopa muito aguada!
Deixar ferver e adicionar a folha de louro, o camarão e o peixe desfeito em pedaços. Deixar cozinhar em lume médio durante 10 minutos e servir com coentros picados.

Secretos de porco com coentros e alho


Perdoem a ausência, mas tive que ir carregar baterias. Estes três dias foram daqueles mesmo bons, cheios de dolce far niente e sol. Ainda assim, houve muitos cozinhados e, inclusivamente, houve um derivado deste que aqui vos apresento mas com entremeadas e febras, em substituição dos secretos.

Esta receita é uma boa alternativa para quando nos apetece grelhados mas ficamos com receio que aquilo vá sair tudo muito seco. Pode ainda ser alternativa para reutilizar restos de grelhados.

Digam lá que não é mesmo uma receita de Verão?

Ingredientes:
1 Kg de secretos de porco
1 ramo de coentros muito bem picados
4 dentes de alho picados
Azeite q.b. (convém que seja bastante para dar para a carne toda)
Sal q.b.

Preparação:

Grelhar os secretos de porco num grelhador ou nas brasas.

Entretanto, numa frigideira, juntar o azeite, os alhos picados e os coentros e deixar fritar durante 1 minuto, após o azeite estar quente. Reservar e quando tiver toda a carne grelhada, colocar este preparado por cima.
Servir com salada.

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Cenoura com alho francês e bacon


Desta vez deixo-vos com uma receita de um acompanhamento light e muito saboroso. Este acompanhamento fica muito bom tanto com carnes como com um peixe grelhado ou assado no forno.

É uma alternativa óptima quando já estamos fartos de arroz e acompanhamentos do costume.

Ingredientes:
2 cenouras grandes raladas
1 alho francês cortado em rodelas bem finas
2 dentes de alho picados
100 gr. de bacon cortado em cubos´
Sumo de 1 limão
Pimenta q.b.

Preparação:

Num frigideira anti aderente, saltear o bacon durante 5 minutos (não é necessário adicionar qualquer gordura). Reservar e deixar num prato com papel aderente.

Aproveitando a gordura que o bacon deixou na frigideira, saltear os dentes de alho e o alho francês durante 2 minutos. Adicionar a cenoura e saltear durante mais 2 minutos.
Adicionar o bacon, envolver tudo e regar com o sumo de limão. Temperar com pimenta a gosto, saltear mais um minuto para envolver os sabores e servir.

terça-feira, 22 de abril de 2014

Almôndegas caseiras


Estava planeado que estas almôndegas fossem feitas com carne de perú, mas chegada ao talho do Continente do Oeiras Parque peço: "Quero um quilo de carne de perú picada" e oiço de resposta: "Não picamos aves!". UI!! Isto dito assim a frio, imaginei logo o desgraçado do perú a ir pela picadora abaixo. Após algum esclarecimento e perante o meu ar de espanto, o senhor lá explicou que não têm máquina só para picar carne de aves. Ufa! Afinal é só mesmo um problema de gestão de meios.

Estas almôndegas são sem glúten porque usei linhaça em pó para substituir o pão ralado.

Ingredientes para 30 almôndegas:

0,5 Kg de carne de porco picada
0,5 Kg de carne de vaca picada
3 colheres de sopa de salsa picada finamente
1 colher de sopa de linhaça em pó (para substituir o pão ralado)
1 colher de sopa de alho em pó
1 colher de chá de cominhos
1 colher de chá de cravinho
1 ovo
Sal q.b.
Pimenta preta q.b.
1 cebola picada
3 dentes de alho picados
1 lata de tomate pelado (400 gr.)
1 copo de vinho branco

Preparação:

Numa taça colocar os dois tipos de carne picada e mexer com as mãos para misturar bem os dois tipos.
Adicionar a salsa, o alho em pó, os cominhos, o cravinho, a pimenta e o sal e voltar a  mexer com as mãos para misturar bem.
Adicionar o ovo e a linhaça em pó e mexer com as mãos para misturar bem.
Deixar repousar durante 20 minutos para a carne ganhar os sabores das especiarias e da salsa.

Retirar pequenas porções de carne (eu fiz as almôndegas pequenas porque gosto mais) e com a ajuda das duas mãos formar bolinhas e ir colocando numa caixa que possa ir ao congelador (pôr de lado o número de almôndegas que vá cozinhar logo de seguida).

Para congelar as almôndegas, pode fazer várias camadas na caixa que vai para o congelador, separando-as com folha de papel de alumínio. Depois no dia a seguir, retira todas as almôndegas da caixa e coloca num saco de congelação para ocuparem menos espaço.

Para cozinhar as almôndegas, num tacho coloque um fio de azeite com a cebola picada e o alho picado. Deixar refogar até que a cebola esteja translúcida.
Adicionar o tomate pelado e deixar levantar fervura. Adicionar o vinho e deixar levantar fervura. 
Colocar as almôndegas, envolver no molho e tapar o tacho, colocando o lume no mínimo. Deixar cozinhar durante 30 minutos.

Servir com arroz de couve flor.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Massa de pizza sem glúten


Antes de ter experimentado a pizza com base de couve flor, já tinha feito esta massa de pizza sem glúten. Na altura sobrou um bom bocado que congelei. No fim de semana, apeteceu-me pizza e lembrei-me de ir buscar esta massa.

A massa sem glúten é mesmo muito boa e fica bem fininha e estaladiça, como se gosta nas boas pizzas.

Ingredientes:
500 gr. farinha para pão sem glúten (comprei no Celeiro)
1/2 colher de chá de sal fino
7 gr. fermento Schars (comprei no Celeiro)
2 colheres sopa azeite
325 ml. água morna

Preparação:

Numa tigela grande misturar as farinhas e o sal e fazer um buraco no meio.

Noutro recipiente, misturar a água morna, o azeite e o fermento. Deixar repousar uns 5 minutos.
Deitar esta mistura de água aos poucos no buraco feito na farinha e mexer com um garfo.
Quando começar a ficar tudo misturado, é altura de "pôr a mão na massa" e amassar a massa com os nós dos dedos (como se estivéssemos a dar murros na massa) até obter uma massa elástica e macia. Não desistam a meio! É mesmo para estar ali um bocado a trabalhar a massa.

Fazer uma bola com a massa e colocar na tigela, salpicada de farinha, e coberta por um pano. 
Colocar a tigela num local quente cerca de 1 hora ou até crescer para o dobro do seu tamanho. 

Após a levedura da massa, colocar a bola de massa na bancada, bater um pouco com as mãos para retirar o ar de dentro. 

Dividir a massa em tantos bocados quantas as pizzas que queremos fazer e esticá-las com um rolo da massa até estar o mais fina possível. 

Depois é só temperar com o recheio que apetecer! Neste caso coloquei: base de tomate, oregãos e queijo com topping de fiambre de perú, courgette, tomate e oregãos. Hum hum!!

domingo, 20 de abril de 2014

Quiche de espinafres, bacon e queijo da ilha


Boa Páscoa a todos! Para surpresa geral, vou ser o único blog culinário que não vai pôr fotos de receitas alusivas à Páscoa. Não há cá folares, nem borregos (ou cabrito, nunca sei qual deles é), nem de ovos pintados, nem nada nada.

Começo já com as receitas pós-Páscoa. Aquelas mais leves, mais rápidas e que até podem ser úteis para usar restos que tenham sobrado do almoço de Páscoa.

Esta quiche não é para dietas especiais. Foi feita especialmente para o Mr. Sem Avental (que tem direito a uns miminhos cheios de glúten) e eu nem lhe toquei. 
Para tornarem esta receita gluten free, basta não usarem a base de massa areada e colocarem o recheio directamente no papel vegetal.

Ingredientes para 1 quiche:
1 embalagem de massa areada
500 gr. de espinafres congelados
150 gr. de bacon cortado em cubinhos
100 gr. de queijo da ilha ralado
4 ovos
200 mL de natas de soja
Sal q.b.
Pimenta q.b.

Preparação:

Pré aquecer o forno a 170ºC.

Recheio da quiche: Começar por cozer os espinafres ainda congelados com um pouco de sal.
Quando estiverem cozidos, escorrer e retirar bem toda a água dos espinafres (apertar com a colher de pau contra as paredes do escorredor).
Numa frigideira anti aderente, saltear o bacon durante 5 minutos, sem adicionar qualquer tipo de azeite ou gordura. Adicionar os espinafres escorridos e saltear tudo durante 5 minutos. Deixar arrefecer um pouco.
Numa taça grande, bater os 4 ovos com um garfo e adicionar as natas de soja. Temperar a gosto com sal e pimenta, sem esquecer que o bacon é salgado.
Adicionar à mistura de ovos e natas, o preparado de espinafres e bacon e mexer bem com a ajuda de um garfo. Adicionar o queijo da ilha ralado.

Massa e recheio: Numa tarteira de quiche, colocar a massa areada com o papel vegetal por baixo, deitar o recheio da quiche por cima da massa e levar ao forno a 170ºC até que esteja dourada.

Acompanhar com uma salada bem fresquinha.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Sopa de Lentilhas com legumes e frango


Eu sei que esta receita é mais para o Outono, mas há dias em que a cozinha é a minha terapia. Cortar vegetais, cheirar os refogados e fazer comida-conforto é o meu momento zen.

Há muito tempo que tinha comprado lentilhas para experimentar porque nem sabia se gostava do sabor. Estiveram arrumadas na despensa e sempre que as via, pensa "Um dia tenho que fazer isto". 
Hoje foi o dia. 

Ingredientes para uma panela de sopa de 5 litros:

1 cebola picada
1 alho francês laminado
4 dentes de alho picados
2 cenouras cortadas em pedaços pequenos
6 cogumelos frescos laminados
2 tiras de aipo cortadas em pequenos pedaços
4 tomates maduros cortados em pedaços (podem usar uma lata de tomates pelados)
1 peito de frango cortado em pedaços (usei pedaços já cozinhados que tinham sobrado)
2 colheres de chá de tomilho
2 malaguetas (opcional)
150 gr. de lentilhas verdes secas
1,5 L de água quente
1 caldo knorr de legumes
Sal q.b.
Azeite q.b.

Preparação:

Aquecer uma panela grande e adicionar o azeite, alho, cebola e alho francês e cozinhar até a cebola começa a ficar translúcida. 
Adicionar o aipo, a cenoura, o tomilho, os cogumelos e o frango e cozinhar por alguns minutos até que a cenoura comece a amolecer. 
Em seguida, adicionar o tomate, as lentilhas, o caldo knorr e a água quente. Mexer bem. 
Tapar o tacho e cozinhar mais 30 minutos. 

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Millet com vegetais


Meus cubinhos de açúcar, diz que a quinoa anda esgotada mundo fora... Foram todos a correr comprar e deu nisto! 
Dado que não há quinoa, foi o passo que precisava para finalmente experimentar mais um ingrediente gluten free ao qual andava a piscar o olho já há uns tempos - vamos todos dar as boas vindas ao Millet.

O millet é rico em ferro, vitaminas do complexo B e cálcio, tem um sabor suave de milho e é naturalmente livre de glúten. É assim um género de couscous mas sem glúten e com um sabor mais para o lado do integral. 
Atenção que uma chávena de millet cru rende 3 chávenas de millet cozinhado!

Pois que fiz, e que gostei e que o couscous já tem substituto cá em casa.

Ingredientes:

1 chávena de millet cru
2 chávenas de água (podem usar caldo de legumes)
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
1 courgette cortada em metades e em fatias finas
2 cenouras cortadas em pedaços finos
4 cogumelos frescos cortados em tiras finas
1 beringela cortada em metades e em fatias finas
1 lata de tomates em pedaços (400 gr.)
4 colheres de sopa de polpa de tomate
1 colher de sopa de oregãos
2 malaguetas picadas
Sal q.b.
Azeite q.b.
500 mL de água

Preparação:

Legumes: Num wook ou numa frigideira grande, refogar a cebola e os dentes de alho com um fio de azeite.
Adicionar as cenouras cortadas e saltear durante 2 minutos.
Adicionar a beringela e saltear durante 5 minutos.
Adicionar a courgette e saltear durante 5 minutos. 
Adicionar os cogumelos frescos e saltear 1 minuto.
Adicionar o tomate e envolver todos os vegetais no tomate. Colocar as malaguetas.
Adicionar a água, mexer tudo e deixar levantar fervura. Colocar a polpa de tomate e temperar de sal.
Deixar apurar em lume mínimo durante 15 minutos.

Millet: Num tacho pequeno, sem adicionar azeite, colocar o millet e, em lume médio, tostar os grãos sempre a mexer com a colher de pau e até que tenham uma cor acastanhada (sem estarem queimados), durante mais ou menos 5 minutos.
Adicionar 2 medidas de água, para a medida de millet cozinhada. ATENÇÃO: o tacho vai estar quente e portanto a água vai saltar! Devem deitar a água com muito cuidado e com a cara afastada do tacho.
Temperar de sal e colocar uma colher de sopa de azeite.
Aumentar o lume e deixar ferver.Logo que esteja a ferver a água, colocar tampa no tacho, mexer bem o millet e diminuir o lume para mínimo. Deixar cozinhar durante 15 minutos, sem mexer e sem tirar a tampa.
Ao fim deste tempo, desligar o lume, não destapar o tacho e deixar ficar tapado durante mais 10 minutos.
Após este tempo, separar o millet com um garfo e servir com os vegetais.

Totalmente vegetariano!

terça-feira, 15 de abril de 2014

Panquecas de banana (sem glúten)


Nhami Nhami! Receita sem glúten, sem lactose e low carb.

Quem disse que não nos preocupamos com a eminente chegada daquela primeira ida à praia em que só apetece usar uma cortina de duche para que ninguém nos irrite com olhares de julgamento. Pffff... Bora lá! Deixemos o chantilly para lá e venham as bagas goji!

Ingredientes:
1 banana bem madura
1 ovo
1 colher de sopa de canela
2 kiwis laminados
2 colheres de sobremesa de bagas goji

Preparação:
Esmagar a banana com a ajuda de um garfo e misturar o ovo e a canela, mexendo tudo muito bem.

Numa frigideira anti aderente para panquecas, passar um guardanapo embebido em azeite e com o lume no mínimo, colocar massa suficiente para 1 panqueca. Ao fim de 30 segundos, virar a panqueca cuidadosamente, com a ajuda de uma espátula.

Repetir até esgotar a massa.

Servir as panquecas com kiwis e bagas goji.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Receita convidada - Mini Hambúrgueres de Alheira


Esta receita é da J. que cozinha lindamente e que, com certeza, terá mais posts aqui no Sem Avental.
Afinal de contas, a J. foi uma das maiores impulsionadoras no "parto" deste blog e muito em parte porque também adora cozinhar para as pessoas de quem gosta. 

Queriam uma ideia para as comidas de sempre terem um jeitinho diferente? Cá está ela e com a vantagem de ser supersónica.

Ingredientes:
1 alheira
300 gr. de carne de novilho picada
Sal q.b. (atenção que a alheira ja é salgada)
Pimenta q.b.

Preparação:
Retirar a pela da alheira e esmagar com a ajuda de uma garfo.
Adicionar a carne picada à alheira e misturar tudo muito bem (podem usar as mãos para garantir que a mistura fica homogénea).
Fazer pequenas bolas de carne e achatar com a palma da mão.

Numa frigideira anti-aderente, colocar um fio de azeite e fritar os mini hambúrgueres até que estejam dourados.

Servir com legumes ou salada.

domingo, 13 de abril de 2014

Delícia de Morango (sem glúten)

 

Eu sei que isto parece uma torrada com morangos e chantilly, mas não é! Trata-se de uma sobremesa feita para o brunch de sábado com amigos e que não era suposto ter este aspecto. Isto deviam ser umas bolinhas de massa recheadas com morangos e chantilly, mas diz que essa parte falhou e acabei por pôr a massa toda dentro de uma forma de bolo inglês e depois cortar em fatias.

Resumindo, estava bem bom na mesma!

Ingredientes:
1 caixa de morangos lavados e laminados

Para a massa
120 mL de leite (usei sem lactose)
4 ovos
115 gr. de manteiga
130 gr. de farinha de arroz integral
1/2 colher de sopa de açúcar branco

Para o chantilly
2 pacotes de natas frescas (usei da Longa Vida) bem frescas
120 gr. de açúcar branco


Preparação:
Pré aquecer o forno a 200ºC.
Preparar uma forma de pão / bolo inglês forrando com papel vegetal.

Massa: Derreter a manteiga, o leite e o açúcar numa panela e deixar ferver. 
Adicionar a farinha de uma só vez, mexer por dois minutos com uma colher de pau até obter uma massa suave o suficiente para formar uma bola. 
Fora do calor, adicionar os ovos um a um, misturando cuidadosamente. 
Deitar a mistura na forma e levar ao forno até que esteja dourado (mais ou menos 15 minutos).

Chantilly: Bater as natas bem frescas com a batedeira e adicionar aos poucos o açúcar branco. Continuar a bater as natas até que estejam firmes.

Cortar o "bolo" em fatias e servir com uma camada de morangos e uma de chantilly. 
Se quiserem dar um ar mais "chique" podem pôr umas folhas de menta em cima.
No caso desta foto, o dono da fatia já só queria era comer!

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Feijoada de lulas com feijão preto


Se há coisa que me deixa logo desnorteada com os cozinhados é chegar a casa à hora em que devia estar a sentar-me para comer... Graças à minha mãe, sempre me habituei a jantar às 20h-20h30 e gosto muito de ter essa "regra" na minha casa também. Acontece que ultimamente ando a chegar a casa do trabalho a essas horas e isso deixa-me logo sem grande vontade de cozinhar. Mas neste dia, foi a loucura e tive 1 horinha para fazer o jantar e aproveitei para fazer estas lulas gostosonas. 
Apesar de quase não se ver o feijão na foto, esta mistura de ingredientes acabou por sair bem agradável. 

Ingredientes:
1 kg de lulas limpas descongeladas cortadas em rodelas
800 gr. de feijão preto cozido
400 gr. de tomate pelado 
1 cebola picada
2 cenouras médias cortadas em pedaços pequenos
2 dentes de alho picados
100 mL de vinho branco
500 mL de água quente
1 folha de louro
2 malaguetas
3 colheres de sopa de polpa de tomate
2 colheres de chá de cominhos
Sal q.b.

Preparação:

Numa tacho, refogar a cebola, o alho e a folha de louro até que a cebola esteja translúcida.
Adicionar a cenoura e deixar refogar mais 2 minutos sempre a mexer para envolver no refogado.
Adicionar o tomate pelado em pedaços, mexer bem para envolver e deixar refogar durante 5 minutos. 
Temperar com os cominhos, malaguetas e sal a gosto.
Adicionar as rodelas de lulas e mexer muito bem com a mistura de tomate e cenoura. Deixar cozinhar durante 10 minutos.
Adicionar o vinho branco e deixar levantar fervura. Apurar durante 5 minutos e adicionar a água quente.
Deixar levantar fervura e colocar em lume médio durante 30 minutos para deixar apurar.
Adicionar o feijão, já escorrido e passado por água. Cozinhar durante mais 15 minutos e servir.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Croquetes (sem glúten)


Lembram-se desta receita? Na altura sobraram cerca de 5 fatias de lombo e claro que não podiam ir fora.
Foi aí que me lembrei de tentar fazer croquetes. Já tinha tentado uma vez e tinha resultado bem, por isso resolvi que desta vez ia fazer croquetes sem glúten. 
Foi aqui que chegou a parte "ops!" da receita: quando achava que estava a usar farinha de mandioca, estava na verdade a usar tapioca (amido de mandioca). Ainda pensei que tinha que ir tudo fora, mas não é que funcionou?! 

Optei por não fritar os croquetes e fazê-los no forno.

Ingredientes (deu para 60 croquetes):
600 gr. de carne de lombo (com o resto de molho e cebola)
1 chouriço cortado em pedaços
2 cebolas picadas
2 dentes de alho picados
2 folhas de louro
240 gr. de manteiga
240 gr. de amido de mandioca (podem usar farinha normal para a versão com glúten)
4 ovos 
600 mL de leite (usei sem lactose)
100 gr. de salsa picada
Sal q.b.
Pimenta q.b.

Preparação:

No robôt de cozinha, picar a carne do lombo com o chouriço.

Num tacho, derreter a manteiga, juntar o alho, a cebola e as folhas de louro e refogar sem deixar queimar.
Juntar o amido de mandioca (ou a farinha) aos poucos, sempre a mexer até ligar. 
Adicionar o leite quente em fio e continuar a mexer até descolar do fundo. 
Colocar a carne picada, temperar de sal e pimenta, e continuar a mexer cerca de 2 minutos. 
Adicionar a salsa e misturar bem. Fora do lume, juntar os ovos batidos e mexer bem, levar a lume brando e mexer até formar uma bola.

Deixar arrefecer (o ideal é que deixem arrefecer umas horas no frigorífico).

Com a ajuda de uma colher de sobremesa, e com as mãos molhadas com água, ir retirando porções de carne e fazer bolas com as mãos. Passar as bolinhas de carne pelas sementes de sésamo e reservar.

Pré aquecer o forno a 200ºC e preparar um tabuleiro com papel vegetal. Colocar os croquetes no tabuleiro e levar ao forno durante 15 minutos. Ao fim deste tempo, virar os croquetes e deixar mais 10 minutos no forno. Convém ir tendo alguma atenção porque as sementes de sésamo não permitem ver se os croquetes estão a queimar ou não.

Eu congelei a maioria dos croquetes numa caixa separando as várias camadas de croquetes com papel de alumínio.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Bolos de aveia e manteiga de amendoim


As pessoas doentes de gulosas (eu!) têm o dom de descobrir formas expeditas de arranjar aquele docinho que lhes encha as medidas.
Se olharmos bem bem bem para esta receita, vão ver que também não é assim a loucura de calorias... ok, isto é mentira... mas usei doce light! Assim já  posso deitar a cabeça na almofada e sentir que fiz o meu melhor.

Ingredientes para 15 bolinhos:

2 bananas maduras
250 ml de flocos de aveia (usei sem glúten)
2 colheres de sopa de manteiga de amendoim crunchy
Doce de frutos vermelhos q.b.

Preparação:

Pré aquecer o forno a 170ºC e forrar um tabuleiro com papel vegetal.

Numa taça, desfazer as bananas com a ajuda de um garfo. Misturar a manteiga de amendoim e envolver tudo muito bem. Adicionar os flocos de aveia e envolver, de novo, muito bem.

No tabuleiro forrado, ir colocando colheradas de massa e fazer uma pequena depressão no topo.

Levar ao forno durante 15 minutos, retirar e colocar um pouco de doce em cima de cada bolinho.

Alguém falou em lanche?

Retirado daqui

domingo, 6 de abril de 2014

Arroz de salmão e delícias do mar


Cá em casa gostamos muito de salmão e uma das minhas formas preferidas de o comer era numa massa que costumava fazer com natas de soja. Ora o tempo das massas já lá vai e portanto temos que pensar em novas formas de comer este peixe saudável.

Neste dia pensei "mas se faço arroz de peixe com pescada, porque não usar salmão?". E assim foi e assim se descobriu nova receita.

Só me lembrei depois de já estar a comer, que podia ter feito com arroz de couve flor (receita daqui). Experimentem!

Ingredientes para 2 pessoas:

2 lombos de salmão cortados em quadrados
8 delícias do mar (usei sem glúten da Pescanova)
1 chávena de arroz vaporizado
1 lata pequena de tomate em pedaços
100 mL de vinho branco
500 mL de água
1 cebola pequena picada
2 dentes de alho picados
2 colheres de sopa de coentros picados
1 colher de chá de cominhos
Malagueta (opcional)
Azeite q.b.
Sal q.b.

Preparação:

Num tacho, colocar azeite, a cebola picada, o alho picado, uma colher de sopa de coentros picados e os cominhos. Refogar até que a cebola esteja translúcida.
Adicionar o tomate em pedaços e deixar levantar fervura. 
Adicionar o vinho branco e deixar apurar durante 3 minutos.
Adicionar a água, o sal e a malagueta e, quando levantar fervura, colocar os pedaços dos lombos de salmão. Deixar cozinhar em lume médio durante 15 minutos.
Adicionar o arroz, mexer para separar os bagos de arroz e deixar cozinhar durante 10 minutos.
Ao fim deste tempo, colocar as delícias do mar cortadas em pedaços e envolver, adicionar mais uma colher de sopa de coentros picados, tapar o tacho e desligar o lume. 
Esperar 5 minutos e servir.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Salada de grão, cenoura e feta


Mais um almoço feito em 10 minutos, ali entre um relatório e outro.

A delícia desta salada é mesmo o tempero. Eu tenho uma queda por cominhos, o que é que se há-de fazer? E esta salada fica com um sabor mesmo bom aos cominhos que pomos no tempero.

Entretanto, venha a chuva que já temos forno!! Wuuuhhuuuu!

Ingredientes para 1 pessoa:

Para a salada:
1/2 lata das pequenas de grão cozido (200 gr.)
1 cenoura grande ralada
1 mão cheia de cubos de feta

Para o tempero:
Sumo de 1 limão
1 dente de alho
1 colher de sopa de coentros picados
1 colher de sopa de amêndoas sem pele (podem usar normais ou torradas)
1 colher de chá de cominhos
1 colher de chá de pimenta
1/2 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de azeite

Preparação:

Num picador (eu usei o picador da varinha mágica), juntar todos os ingredientes listados para o tempero e picar até que todos os ingredientes formem uma pasta.

Numa taça juntar o grão, a cenoura e o queijo feta. Temperar com o molho já feito e envolver tudo muito bem para garantir que a salada fica com os sabores do tempero.

Digam lá que não é bom comer saudável?

quinta-feira, 3 de abril de 2014

"Pão" de alho com couve flor


Whaaaattt? Agora é pão de alho? Olhem não sei que vos diga... Só que isto é para lá de bom e quem não pode comer pão já pode voltar a lamber os dedos com "pão" de alho.

Ora atentem nesta maravilha:

Ingredientes:
1/2 couve-flor grande
1 ovo
50 gr. de mozarela ralada
2 dentes de alho picados
2 colheres de sopa de azeite
1/2 colher de chá de sal fino
1/2 colher de chá de pimenta preta
1 colher de chá de oregãos

Para o topping:

3 colheres de sopa de mozarela ralada
2 colheres de sopa de oregãos

Preparação:

Começar por pré aquecer o forno nos 180ºC.

Preparar uma forma de pão (usei uma deste formato) com uma folha de papel vegetal.

Numa frigideira, saltear o alho picado no azeite. Reservar.

Arranjar a couve-flor retirando as folhas verdes da couve e cortando todas as cabeças da couve-flor, garantindo que cada uma não fica com um talo demasiado grande.
Lavar bem a couve e colocar no robôt de cozinha. Triturar a couve-flor até ficar bem picada mas não completamente pulverizada.
Transferir a couve-flor para um prato e colocar no microondas durante 8 minutos, até ficar cozida.
Colocar a couve-flor num pano de cozinha e torcê-lo para espremer o máximo de líquido possível (Sim! Sai água!). Esta parte é extremamente importante, caso contrário, a massa fica demasiado mole.
Transferir a couve-flor para uma tigela, adicionar o ovo, a mozarela, os oregãos, o sal e a pimenta e misturar bem.
Usando as mãos, colocar a mistura na forma de pão, já preparada com papel vegetal, e pressionar para moldar.
Assar durante 15 minutos, até dourar. 

Retirar do forno e colocar o topping de mozarela e oregão. Levar a gratinar até que o queijo esteja dourado.

Resistir a comer quente... eu não resisti...

Retirado daqui

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Lombo assado no forno


É o óbito final para o meu forno. Ainda demorei uns dias a aceitar mas tive que lidar com o tema quando ia para por este lombo no forno e nada de aquecer. Solução? Recorrer a um forno da família e ir de lombo para casa dos sogros. 
Acabou por calhar ainda melhor porque, com este percalço, o lombo acabou por marinar no molho durante 1 dia o que lhe deu um sabor ainda mais agradável. Se tiverem tempo para esta preparação, sugiro que façam o mesmo, mas se não tiverem não há problema.

Esta receita só é supersónica na preparação, porque o lombo tem que ficar 1 hora no forno.

Ingredientes para 4 pessoas:
1 lombo de porco de 1 kg
4 colheres de sopa de pimentão doce
4 dentes de alho picados
1 + 1 cebolas pequenas cortados em meias luas
1 folha de louro
2 malaguetas
Sal q.b.
Azeite q.b.
Vinho Branco q.b.

Preparação:

Pré aquecer o forno a 200ºC.

Num tabuleiro de ir ao forno, cobrir o fundo com azeite e uma cebola cortada em meias luas. Colocar o lombo em cima.

Numa taça à parte, preparar o molho do lombo: juntar o alho picado, uma cebola cortada em meias luas, o pimentão doce, a folha de louro partida em pedaços, as malaguetas cortadas em pedaços, 5 colheres de sopa de azeite e 5 colheres de sopa de vinho branco. Mexer muito bem o molho e cobrir o lombo com o molho.
O ideal é que ponham a "mão na massa" e esfreguem o molho no lombo com as mãos para garantirem que fica bem envolvido.

Levar ao forno durante 1 hora, garantindo que vão regando a carne com o próprio molho de 15 em 15 minutos.

Caso verifiquem que estão a ficar com pouco molho no tabuleiro, podem adicionar mais um pouco de vinho branco. Não convém servirem o lombo sem qualquer tipo de molho porque é uma carne já por si muito seca.

Acompanhar com arroz basmati da sogra (Ah! Isso fui eu!) ou legumes.

terça-feira, 1 de abril de 2014

Coleslaw com feta, nozes, passas e sementes



Eu sei que com este tempo não apetece nada saladas. Mas a verdade é que continuam a ser a alternativa saudável de preparação rápida. Esta foi acompanhada com molho de iogurte e oregãos que ajudou a que ficasse mesmo à maneira.

Ingredientes para 1 pessoa:
100 gr. de couve roxa cortada em juliana
100 gr. de couve coração cortada em juliana
100 gr. de cenoura ralada
100 gr. de queijo feta em cubos
1 colher de sopa de nozes picadas
1 colher de sopa de sementes de girassol
1 colher de sopa de passas

Para o molho:
1 iogurte natural
1 colher de sopa de sumo de limão
1 colher de sopa de azeite
1 colher de sopa de oregãos
Pimenta preta a gosto

Preparação:
Numa taça, juntar todos os ingredientes da salada e envolver bem.

Preparar o molho de iogurte: misturar o iogurte natural com os restantes ingredientes para o molho e mexer bem.

Servir a salada com  o molho de iogurte.